Afluências dos reservatórios de todo o país ficam abaixo da média histórica.


Boletim do ONS aponta chuvas abaixo da média deste período.

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO), com as previsões do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para última a semana do mês de julho, entre os dias 23 e 29, prevê um pequeno aumento das afluências no Norte, chegando a 85% da média histórica do período. Na previsão anterior a expectativa era de 83%. Sem previsão de chuvas para a região, afluência segue com estabilidade no Sudeste/Centro-Oeste (SE/CO), que se mantém em 65% da média. No final do mês de junho a estimativa era que durante julho a afluência não passaria dos 69% da média histórica do período para o Sudeste/Centro-Oeste. Já no subsistema Sul a estimativa é de 76% da média histórica e no Nordeste 70%.




O avanço de uma nova frente fria pelas regiões Sul e Sudeste no final da próxima semana ocasiona chuva fraca nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai e pontos isolados do Iguaçu. Na semana de 16/07 a 22/07 as bacias dos rios Jacuí, Uruguai e Iguaçu apresentaram chuva fraca à moderada. Na semana de 23/07 a 29/07 deve ocorrer chuva fraca nas bacias destes mesmos rios.

A estimativa é de que o armazenamento das usinas do Norte feche julho com em 90,7% de nível, seguido pelo Nordeste, com expectativa de 81,9%. No Sul a indicação é que terminem o mês com estoque de água em 79,2%. Para as regiões Sudeste/Centro-Oeste a previsão é de que os reservatórios fechem o mês de julho com um volume de 61% um pouco abaixo das estimativas feitas no final de junho que indicavam para o final do mês de julho um volume de 62,1% da capacidade máxima dos reservatórios.




A Represa de Furnas, devido a estação seca e aumento da geração de energia elétrica, segue perdendo o volume acumulado no período de chuvas. Em 01/07/2022 o nível da represa estava em 765,75 m acima do nível do mar, que correspondia a 82,05% de seu volume máximo. Ontem, 23/07, o nível estava em 764,90 m, correspondendo a um volume de 75,69% de sua capacidade máxima.

Fonte ONS.

Compartilhe: