Os lagos artificiais do Brasil com as maiores áreas

O Brasil possui onze lagos artificiais com área superior a 700km².

Os maiores lagos artificiais do Brasil, considerando a área, estão associados a usinas hidrelétricas e são só seguinte, segundo dados da Agência Nacional de Águas e das empresas responsáveis pela operação das usinas.

1 – Sobradinho

Localizado no curso do Rio São Francisco e com barragem próxima às cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) é o maior lago artificial brasileiro e o 11º do planeta. Sua área é de 3.135 km², tendo a capacidade de armazenar mais de 34 bilhões de metros cúbicos de água. Seu nível máximo em relação ao nível médio do mar é de 393,5m.

2 – Tucuruí

Com área de 2.784 km² e um volume de 50 bilhões de m³ está localizada no Rio Tocantins, logo após a cidade de Marabá (PA). Seu nível máximo é de 74 m acima do nível do mar e o nível mínimo é de 62 m. Abastece a segunda maior hidrelétrica em capacidade de produção de energia com reservatório localizado totalmente no território brasileiro.

3 – Balbina

Construída numa região plana do Rio Uatumã no nordeste do estado do Amazonas este lago se espalha por uma área de 2.730 km² e armazena 20 bilhões de m³. A construção da hidrelétrica foi justificada pela necessidade de abastecimento da cidade de Manaus. Das gigantes brasileiras, esta é a que está num nível mais baixo em relação ao mar, apenas 50 metros.

4- Porto Primavera

No Rio Paraná, na divisa dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, esta represa tem uma área de 2105 km², a maior parte no lado sul-mato-grossense. Seu volume de água é de 20 bilhões de m³ e seu nível máximo é 258,5 m acima do mar.

5 – Serra da Mesa

Duplamente gigante, esta represa é a maior do Brasil em volume com 54,4 bilhões de m³ numa área de 1784 km², está localizada no curso do Rio Tocantins no estado de Goiás com o nível máximo de de 461,5 m acima do mar.




Lagos artificiais do Brasil com as maiores áreas.

6 – Furnas

Das gigantes, esta é a que está num nível máximo mais alto, 769,3 m acima do mar. Ocupa uma área de 1.440 km² na bacia do Rio Grande em Minas Gerais. Ultimamente, devido à crise hídrica, tem estado com um volume de água muito aquém dos quase 23 bilhões de m³ que é capaz de armazenar.

7 – Itaipu

Binacional, esta represa localizada no Rio Paraná, no estado de mesmo nome, pertence ao Brasil e Paraguai e ocupa uma área de 1.338 km². Tem capacidade para 29,4 bilhões de m³ de água e seu nível máximo atinge 220,3 m acima do nível médio do mar.

8 – Ilha Solteira

Localizada no Rio Paraná entre os municípios de Ilha Solteira (SP) e Selvíria (MS) se estende por uma área de quase 1.173 km² tem seu nível máximo 328 m acima do mar e um volume de pouco mais de 20 bilhões de m³.

9 – Três Marias

Localizada próxima na região central de Minas Gerais, no curso do Rio São Francisco este lago ocupa uma área de praticamente 1.055 km² com um volume máximo de 19,5 bilhões de m³ a 572,5 m acima do mar.

10 – Itaparica

Lago da Usina Luiz Gonzaga, também está localizada no Rio São Francisco e é componente de um conjunto represas que dividem os estados da Bahia e Pernambuco. Sua área é de 828 km², com um volume máximo de 10,8 bilhões de m³ num nível de 305,4 m acima do mar.

11 – Itumbiara

Sua barragem no Rio Paranaíba está localizada próxima às cidade de Itumbiara (GO) e Araporã (MG). Sua área é de 798 km² com nível o nível máximo de 521,2 m acima do mar e volume máximo de 17 bilhões de m³.

Quadro resumo

Quadro resumo das represas com as maiores áreas do Brasil.





 

Compartilhe: