Regiões sudeste e centro-oeste terão os menores índices de água acumulada no mês de junho


A previsão de chuvas para estas regiões também ficará abaixo da média histórica.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aponta em suas previsões para o mês de junho que de todos os reservatórios do país, os das regiões Sudeste e Centro-Oeste serão os que estarão com o menor volume de água acumulada. A previsão de chuvas para junho aponta que a região sul continuará com volume acima da média histórica, enquanto no restante do país o volume de precipitação ficará abaixo da média.

A previsão para o fim de junho, mesmo já estando no período seco, o nível dos reservatórios dos subsistemas Norte, Nordeste e Sul, estará próximo a 100%. O Norte deve chegar a 99,1% de capacidade de armazenamento no dia 30 de junho. Na mesma data, espera-se o Sul em 93,9% e o Nordeste em 92%. A reserva estimada no subsistema Sudeste/Centro-Oeste será de 66,1%.




O ONS prevê também maiores índices de afluências – chuva que cai nos reservatórios das usinas – em relação à previsão do informativo anterior. No Sul, o volume previsto de água segue superior à média e deve atingir 190% da Média de Longo Termo (MLT). No Norte, a MLT deverá ser de 76%, enquanto no Sudeste/Centro-Oeste de 72% da MLT. Já na região Nordeste estima-se 63% da MLT. Deve ocorrer precipitação nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai, Iguaçu, Paranapanema, Tietê e no trecho incremental a UHE Itaipu. Nas bacias hidrográficas da região Norte, a condição prevista é de pancadas de chuva em pontos isolados. A estimativa para o próximo mês indica a ocorrência de afluências abaixo da média histórica para os subsistemas Sudeste, Nordeste e Norte e acima da média histórica para o Sul.

O ONS também aponta para a semana de 28 de maio a 3 de junho, um incremento na carga de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) de 0,7%, devendo alcançar 67.218 MW médios, em comparação ao mês de junho do ano passado. O índice positivo é esperado em todas as regiões.

Com informações do ONS.




Compartilhe: